BLOG

"Visão e perfil do gestor"
- Dr. Néstor César Garello

Sem dúvida, a evolução das instituições está diretamente relacionada ao planejamento e à capacidade de seus pipelines.

Para nós, médicos, que durante anos foram vinculados às sociedades que reúnem interesses científicos, acadêmicos e profissionais em diferentes especialidades, essa realidade representa um grande desafio.

Até há pouco tempo, tornar-se líder nestas instituições significava apenas desfrutar de um certo prestígio académico, acompanhado por algumas qualidades de liderança, associadas a ligações amistosas e cronologia, geralmente marcadas pelo "já é tempo e tanto já tenho de ocupar uma determinada posição "..., não significa nada disso, que sob estas circunstâncias não surgiram líderes proeminentes, que foram considerados pioneiros para as nossas Sociedades ou Federações.

No entanto, os tempos atuais mudaram e a tendência é de profissionalização e busca pela excelência na gestão; É preciso acrescentar aos requisitos acima mencionados, a preparação que nos permita desenvolver as habilidades e competências que garantirão às nossas instituições a elaboração de projetos que dinamizem e valorizem ao longo do tempo, como verdadeiras entidades que desempenhem a liderança em seu setor, gerando alianças estratégicas. que expandem seu campo de ação.

Tudo isso implica esforço e dedicação, onde, imbuídos de espírito corporativo, estamos dispostos a privilegiar os interesses pessoais, os requisitos institucionais e, a partir desses princípios irrenunciáveis, empreendemos uma preparação rigorosa que nos permite acessar as posições gerenciais, com projetos metodológicos desenvolvido, que com o consenso dos pares que compõem as equipes de trabalho, sem dúvida, resultará no bem geral.

Há algum tempo, a FLASOG realiza esse caminho, através do Planejamento Estratégico realizado e compartilhado com todas as Sociedades e Federações que o compõem, na ideia de que, ao tornar nossas instituições excelentes, poderemos distinguir e destacar seus membros. Para tanto, dentro da estrutura da Federação, diferentes áreas funcionais (Acadêmicas e Científicas, Prevenção da Saúde da Mulher, Desenvolvimento Profissional e Desenvolvimento Organizacional) vêm funcionando; é justamente na Área de Desenvolvimento Organizacional que se cria o Comitê Executivo de Desenvolvimento, que se dedica a fornecer as ferramentas necessárias para proporcionar a todos aqueles que aspiram a ser líderes nas Sociedades Federadas e, portanto, no futuro do FLASOG.

Nessa direção, em 2017, foi emitido o primeiro Diploma de Desenvolvimento de Habilidades Gerenciais através do FLASOG, e no ano corrente está sendo desenvolvido um segundo diploma, especificamente para aspectos relacionados às funções de Presidente, Secretário e Tesoureiro. . Acreditamos que este é o caminho e esperamos que, com o tempo, cada uma de nossas Sociedades venha a incorporar essa filosofia de trabalho, que sem dúvida as fortalecerá e fortalecerá toda a América Latina, a fim de garantir a saúde. das nossas mulheres e da prática profissional de todos os colegas.